terça-feira

Entrevista em Destaque - Patty Martins do Aqui na Cozinha



A Entrevista em Destaque de hoje apresenta a Patty do Aqui na Cozinha, um dos primeiros blogs que "encontrei" na blogosfera. Me identifiquei muito com ele e com sua autora, nossos blogs começaram praticamente juntos e tenho acompanhado seu crescimento. Acho que temos muito em comum.

É com muito prazer e carinho que publico essa entrevista. Não deixe de visitar o Aqui na Cozinha!




1. Conte-nos um pouquinho como foi o início do Aqui na Cozinha, quando você iniciou, porque e qual foi sua motivação para começar.

Antes de começar o blog eu tinha uma página em um jornal aqui de Garanhuns - PE, Jornal Cidade (página de variedades e generalidades) e trabalhava como Jornalista Responsável na Revista Muito Mais (uma revista local que tem aqui). Então engravidei do meu terceiro filho e não foi uma gravidez fácil, tive, praticamente que me mudar para Recife. Depois que meu bebê nasceu (ele foi prematuro, foi uma gravidez de 32 semanas), ficou na UTI Neonatal e exigiu muito de mim, então tive que deixar o jornal e a revista.
Quando voltei para casa esperei alguns meses e comecei a sentir vontade de voltar para o mercado, mas não queria um emprego formal e em horário integral. Então, pensei em escrever para a internet (eu já tinha escrito para alguns sites em outras ocasiões). Nesta época (2008) eu tinha há alguns anos um blog pessoal, daqueles antigos, sabe? Bem no formato diário mesmo.
Então, resolvi estudar melhor a respeito de blog, lia tudo que encontrava pela frente na internet. Foi nesse período que me veio a ideia de escrever um blog sobre culinária. Unindo duas paixões, a comunicação e a culinária. Assim nasceu o Aqui na Cozinha.

2. Quando surgiu seu interesse pelas panelas e como aprendeu a cozinhar?

Não sei dizer ao certo quando aprendi a cozinhar. Minha mãe é quituteira de mão cheia e minhas duas avós também. Acho que desde que me entendo por gente estive envolvida com culinária. Minha avó paterna, quando eu era pequena, era banqueteira, daquelas de casamento, batizado, etc... Ela fazia aqueles bolos gigantescos, de vários andares, lindos de morrer. Mas fazia de tudo, desde os salgados mais finos que eu já tinha visto na vida, até docinhos que era uma verdadeira obra de arte. Não sou tão talentosa assim. Eu adorava ficar na casa dela folheando aqueles livros de receita (eram enormes e pesados, eu me lembro, parecia uma Bíblia) e os cadernos de receitas dela, tão organizados, com aquela letra tão bem cuidada (quando eu fazia a lição na casa dela, eu vivia ouvindo: Melhora essa letra menina, não sei se adiantou muito).

3. Qual sua profissão/formação profissional? De alguma maneira essa profissão/formação influencia no blog?

Eu me formei em Geografia e fiz Mestrado em Análise da Informação Espacial, tudo isso na UNESP (Universidade Estadual Paulista). Também fiz um curso profissionalizante no SENAC Rio Claro – SP, em Radialismo – Apresentação de Programas em Rádio e TV, nesta época eu trabalhava em uma Produtora de vídeo em Rio Claro que produzia programas para uma TV local.
Meu curso universitário e o Mestrado influenciam na minha vida como um todo. Eles me deram toda a base que tenho hoje, não só em conhecimentos específicos, como em conhecimentos mais gerais e metodologia. Se você tiver oportunidade não deixe de fazer um curso superior e de preferência numa boa instituição, isso muda a sua vida.
Já o curso de Radialismo influencia mais diretamente no que faço hoje no blog, foi lá que aprendi o que sei sobre Comunicação, como lidar com as pessoas, etc...

4. Seu blog tem perto dos três anos de vida, como o meu. O que mudou no blog nesse período?

Mudou muito Andréa. Comecei em 26 de setembro de 2009 em uma plataforma gratuita (Blogger) e hoje tenho mais independência, pois uso o WordPress.org com hospedagem própria. Eu também aprendi e amadureci muito nesse processo, mas mesmo assim estou longe de chegar perto do que seria o ideal. Mas é assim mesmo, né?
No início as fotos do blog eram horríveis (só hoje vejo isto, na época eu achava que estava abafando). Ainda não sou boa em fotografia e programas de edição, pois tenho aprendido na raça. O layout era tenebroso, eu peguei um template gratuito e fiz umas modificações. Depois de um tempo tive que contratar um webdesigner para fazer um especial para mim. Outra coisa que mudou, no início praticamente não fiz investimento financeiro, mas a medida que o blog cresce este investimento tem que ser feito e cada vez aumenta (e aumenta bem antes do aumento nos rendimentos). Recentemente tive que mudar o plano no host que eu usava para um bem mais caro. Precisei fazer isto por conta do aumento no número de acessos. Isto porque meu blog tem crescido bastante.

5. Seu blog é um passatempo ou você já ganha algum dinheiro com ele ou através dele?

Não é um passatempo, levo muito a sério. Desde que comecei o blog este tem sido o meu trabalho. Durante muito tempo não ganhei nada com ele. Nada financeiramente, pois ganhei muito em conhecimento, experiência e construindo uma rede muito grande de relacionamentos, tanto com os leitores quanto com os colegas da Blogosfera.
Hoje tiro em torno de 3 dígitos, mas teve mês que alcancei rendimentos com 4 dígitos. Mas ainda não me mantém, continuo investindo mais do que recebo. Mas acredito num futuro promissor.
Sei que tem muita gente que não gosta de falar que ganha dinheiro com o blog. Eu não tenho este problema e também não acho problema nenhum ser remunerado pelo que você faz. Meu blog é meu trabalho, é pessoal, mas é um trabalho. Aliás, esta é uma característica desta mídia, ser pessoal, apesar de profissional. Repasso minhas experiências como dona de casa e mãe de 3 filhos e também com a culinária, receitas com passo a passo em fotos, etc... Não acho que meu leitor fique incomodado por ter alguns poucos banners de publicidade ou que eu faça um post patrocinado de um produto que eu acredito e gosto (todos eles eu deixo claro que se trata de publieditorial e categorizo/arquivo como tal).
Tenho trabalhado duro para melhorar a qualidade do que publico, para melhorar o layout do blog, para permitir melhor navegabilidade para quem vai lá, um servidor bacana que dê agilidade e velocidade de navegação, para ajudar as pessoas com receitas fáceis, rápidas e que dão certo. Tudo isto tem um custo para ser feito.

6. Quanto tempo por dia ou por semana você se dedica ao blog?

Trabalho, mais ou menos, 6 horas diárias no blog de segunda a sexta. No sábado procuro trabalhar em torno de 3 horas e ultimamente não tenho trabalhado no domingo. Ultimamente, pois no começo eu não tinha fim de semana e nem madrugadas.
Pode parecer que são muitas horas para pessoas que pensam que é só escrever um post, clicar em Publicar e pronto, mas não é assim que as coisas funcionam. Antes mesmo de decidir qual receita vou fazer ou sobre o que vou escrever, faço muita pesquisa, seja em blogs/sites referências aqui mesmo no Brasil ou nos sites gringos. Depois de decidido o que fazer, tenho que levantar o material necessário, seja comprando os ingredientes para a receita, seja conseguindo dados e/ou imagens. Depois faço a receita, tiro foto do passo a passo (normalmente dezenas delas para depois escolher as melhores), edito as fotos que escolhi e dou uma melhorada com algum programa de edição de fotos. Só então que começo a escrever o post e ilustrar com as fotos. Depois publico. Pensa que acabou aí? Se enganou. Acho que estamos só na ponta do iceberg, pois agora é que vou moderar e responder os comentários, responder emails de leitores com pedidos dos mais diversos, de agências, de marcas. Divulgo o post nas redes sociais (principalmente Facebook, Twitter, Pinterest e agora no Google +). Algumas vezes também divulgo em alguns agregadores de links (tipo Ocioso, Pracozinha, Linkfood).
Uso esse tempo também, para visitar blogs de colegas da área e metablogs. Aproveito para aprender e me reciclar. Estou sempre ajustando a parte mais técnica do blog, como melhorar recursos e ferramentas, a usabilidade, layout, etc...

7. Conte-nos um pouquinho como você fez/faz para colocar seu blog em evidência e atrair novos leitores e seguidores para o blog?

Como eu disse acima, divulgo nas redes sociais e coloco em alguns agregadores de links.
Mas o que eu acho que é muito importante mesmo é a regularidade das suas postagens (sem falar da qualidade). Se você mantém uma regularidade e está sempre publicando posts com conteúdo original e que está de acordo com seu público alvo, cada vez mais você alcança boas posições nos motores de busca e com isso atrai audiência orgânica. Não se preocupe se você não pode postar todos os dias. Dá para postar 3 vezes na semana e ter um bom resultado. Publique segunda, quarta e sexta, mas publique coisas que tem relevância, que sua audiência goste e que tenha qualidade.

8. Você mora em Garanhuns, uma cidade pequena no nordeste. Você acha que de alguma forma isso influencia no blog? Há alguma diferença em relação a ser blogueiro do eixo São Paulo/Rio de Janeiro ou do nordeste?

Uma das coisas mais incríveis da internet é que, de certa forma, a nossa relação espacial muda (olha a geógrafa falando, rs). Hoje já não é tão relevante se você mora no interior, mas tem um blog de sucesso (exemplo é o Depois dos Quinze, da Bruna que mora em Diamantina, interior de Minas Gerais, mês passado ela mudou para São Paulo para estudar). Ou se você mora fora do eixo Rio/SP (exemplo do Garotas Estúpidas, da Camila Coutinho, de Recife). Estes são apenas dois que citei, mas têm outros, não são muitos, mas tem crescido bastante.
Acho que a relação com os leitores não muda. Eu por exemplo tenho leitores do mundo todo (até de países que nunca imaginei), mas a maioria é do Brasil e de Portugal. Dentro do Brasil a minha maior audiência é em São Paulo.
Já com relação às marcas e eventos, muda bastante, pois muito do que acontece se restringe ao Sudeste, principalmente São Paulo. Por exemplo, as vezes que viajei por conta de uma marca para participar de um evento em outra região, foram poucas (acho que até agora foram quatro), mas destaco que para São Paulo só fui uma vez a convite da Pepsico, as outras foram por minha conta.

9. Onde você busca inspiração para escrever suas receitas e matérias?

Basicamente a minha inspiração vem de três fontes, o dia a dia da minha casa, o que os leitores querem e o que vejo por aí e me inspira (blogs, sites, revistas, programas de TV, etc...). O mais importante é ter paixão. Isso é o que me move.
Cozinhar e blogar para mim são uma paixão. Não é um esforço, um peso. Faço com alegria e satisfação. Não me lembro agora quem disse descubra o que você gosta de fazer e você não vai trabalhar nenhum dia da sua vida. É isto mesmo.

10. O blog alterou de alguma forma sua maneira de lidar com a comida?

Não na maneira de lidar com a comida, já que as comidas que aparecem no blog, na sua maioria, são as que faço aqui em casa. Foco em receitas rápidas, práticas, do dia a dia mesmo tanto em casa como no blog. Isto não quer dizer que algumas vezes não tenham aquelas “receitas de domingo”, mais elaboradas e tals.

Andrea adorei esta oportunidade de participar aqui no “Blogs de Culinária”. Seu trabalho é incrível e não sei como você dá conta do “Aromas e Sabores” e do “Blogs de Culinária”, você é uma guerreira.




Patty, super obrigada por ter participado da entrevista e muito sucesso com seu blog!

5 comentários:

  1. O blog dela é simplesmente perfeito, as receitas sempre estão com um texto simplificado e de fácil entendimento para os internautas. Fiquei super feliz em ler a entrevista dela, e tirei muito proveito para um dia montar meu blog! :)

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro o blog da Patty, tbm sou do Nordeste e me arrisco nas receitas dela e de outras blogueiras que tem blogs de culinária. O que mais gosto no blog dela é que ela sempre é muito simpatica, educada e fofa com nós (leitores) Acho isso muito importante. Já fiz receitas dela e o marido super aprovou hehe

    Amei a entrevista com ela. Gostei do seu blog e por isso me tornei seguidora. Beijos e fica com Deus.

    A Entrevista em Destaque de hoje apresenta a Patty do Aqui na Cozinha, um dos primeiros blogs que "encontrei" na blogosfera. Me identifiquei muito com ele e com sua autora, nossos blogs começaram praticamente juntos e tenho acompanhado seu crescimento. Acho que temos muito em comum.

    ResponderExcluir
  3. Andrea querida obrigada por participar aqui no "Blogs de Culinária". Gostei bastante.
    Obrigada ao Enzo e a Héstia pelas palavras deles, fiquei emocionada.
    Podemos sempre ser mal interpretados quando nos expomos e eu me expus nesta entrevista, contando tudo e como é realmente minha vida de blogueira. Sei que tem muita gente que prefere usar de subterfúgios, mas eu prefiro a verdade.
    Beijos Andrea, sucesso para nós.

    ResponderExcluir
  4. Bom demais ver esta pessoa tão especial que é a Patty Martins aqui!!
    Já faz bastante tempo sigo e leio o blog diariamente, já deixo o link na barra superior. A Patty é super atenciosa com os leitores, dá um super valor em tudo que escrevemos a ela.
    Ela merece todo o sucesso e reconhecimento!
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. adorei seu Blog. ótimas receitas.. e já estou seguindo. espero sua visita no meu Blog
    http://www.rosy-artesdarosy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Fico muito feliz em receber comentários!! Mas não publico aqueles escritos somente para divulgar seu blog, site ou produto. Antes de enviar sua dúvida por favor leia o FAQ do blog.
Caso sua dúvida não esteja relacionada com a postagem acima não seria melhor enviar um e-mail?