terça-feira

Faculdade de Gastronomia - dúvidas sobre fazer ou não

Você tem dúvidas em seguir ou não uma profissão ligada à Gastronomia? Pensa em fazer a faculdade mas não tem certeza? Reuni aqui algumas considerações minhas e de outros profissionais da área e dicas para ajudar você a se decidir.

O assunto é muito abrangente por isso pretendo escrever outras postagens no futuro, ok?


Motivações pessoais

Responda a pergunta: Por que quero estudar Gastronomia? Se sua resposta for somente "porque adoro cozinhar" ou "porque ser chef de cozinha é o máximo e está na moda" é melhor que você reflita e pequise sobre a profissão que envolve muito mais do que gostar de cozinhar de vez em quando e sem compromisso.


Dinheiro

Pesquise o valor da mensalidade e os custos do curso. Veja aqui uma lista dos sites das faculdades no Brasil.
Os cursos de Gastronomia privados são geralmente caros e não dão bolsas. Ainda são pouquíssimos os cursos em faculdades públicas e o vestibular é super concorrido.
Além da mensalidade há gastos com uniforme, facas e outros utensílios, livros e ingredientes para praticar em casa.


Pesquisa

Antes de ingressar em qualquer curso superior (seja Gastronomia ou outro) pesquise sobre as disciplinas que irá estudar! Você poderá ficar surpreso: a maioria dos cursos de Gastronomia são mais abrangentes e você terá matérias como marketing, administração, história, custos, etc. É isso mesmo que você quer estudar?

Antes de ingressar em qualquer curso superior (seja Gastronomia ou outro) pesquise sobre o trabalho:
Quais os cargos que eu posso exercer? Que tipos de trabalho uma pessoa formada em Gastronomia pode ter? Como é o salário, a carga horária, as folgas, as condições, a carreira?

Você sabia que um gastrônomo pode ser consultor, professor, trabalhar em navios, eventos, fábricas, etc?

Veja aqui algumas entrevistas com profissionais da área.


Ser um chef de cozinha

Tudo bem, já sei que seu sonho é ser um chef de cozinha... então leve em consideração:

Sua disposição física
1. Cozinheiros trabalham por longas e cansativas horas, de pé e em um ambiente normalmente quente.
2. O trabalho é físico, mexendo e carregando panelas e equipamentos grandes e pesados

Disponibilidade para o trabalho
1. Você está disposto a trabalhar sábados, domingos e feriados?
2. Está disposto a trabalhar 6 dias por semana, muitas vezes em horários diferentes e até tarde da noite e com pouco tempo para o lazer, amigos e família?

Carreira e salários
1. Chef de cozinha estrelado ganha bem? Com certeza!! Mas ele não saiu da faculdade chef de cozinha nem muito menos famoso... Antes disso precisou ralar muito como cozinheiro que são normalmente muito mal remunerados. Aqui no Rio ganham em torno de R$ 800,00 por mês!
2. Você está disposto a ralar muito e por anos para chegar no topo?

Você pesquisou, pensou e não consegue se decidir? Que tal fazer alguns cursos de curta duração ou técnico para começar?


Palavras da Chef Alejandra Faudez sobre a formação em Gastronomia

Formação em Tecnólogo em Gastronomia, hoje em dia representa uma base fundamental para aqueles profissionais que já estão no mercado, assim como aqueles que pensam em Gastronomia como a sua profissão.
A demanda é grande e ainda temos pouca mão de obra qualificada que possa atender as exigência tanto do público local como internacional.
Um curso de grastronomia pode enriquecer muito os diversos aspectos culturais na área, assim como todas as bases dos conceitos técnicos dessa profissão.
Entre as qualidades dos interessados estão: Força de vontade, determinação, disciplina e espírito de trabalho em equipe para um objetivo em comum que é a satisfação dos nossos clientes e o sucesso do negócio gastronômico.
Chef Alejandra Faúndez C. - www.afgastronomia.com


Veja também:

Texto da professora e Chef Cris Leite - Quer ser cozinheiro?

Discussões no orkut - Fazer ou não Gastronomia?

Vídeos sobre a profissão: A profissão é... Gastronomia e Gastronomia

23 comentários:

  1. Essa postagem foi muito útil para mim. Muitas dica eu já havia pensado e refletido. Mais penso em primeiro fazer como você disse, cursos de pequena duração.

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo blog! otimas dicas!
    ja estou te seguindo vo colocar seu selo no meu blog okay!!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. muito boa materia essa!!!e..com toda razão..tem que querer..muito a profissão...e..saber que no Brasil..a gente rala muito e ganha pouco!!!amei..bjus

    ResponderExcluir
  4. Tudo muito interessante por aqui,
    Gostei muito mesmo.
    E te convido para conhecer meu espaço, caso queira dar uma olhada, seguir..;

    http://www.bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já.

    ResponderExcluir
  5. Excelente matéria, realmente tem que gostar muito para seguir em frente nesse ramo, parabéns !!!

    ResponderExcluir
  6. Ótima matéria!
    As pessoas hoje em dia andam vivendo a doce ilusão do que veem na TV, de glamourosa essa profissão não tem nada, e só sendo apaixonado pela cozinha para conseguir se manter no ramo. Algumas pessoas com as quais fiz meu curso de gastronomia deveriam ter lido este post antes de ingressarem.

    Parabéns pelo site! muito bem redigido.

    ResponderExcluir
  7. OI Gente,

    Muito obrigada pela visita. Fico super contente que achem meu post útil! Demorei algumas semanas para escrevê-lo! hihih

    abçs em todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem?

      então muito bom post mesmo, eu cozinho desde os 19 anos e faço alguns doces tudo por lazer, gostaria de terminar minha faculdade hoje de sistemas de informação, "nada a ver né rsrs eu sei haha' mais comecar um tecnico em gastronomia por hobie, voce acha que é perca de dinheiro ? ou é melhor procurar cursos online e pesquisar por mim mesmo ? porque será somente hobby.

      e voce trabalha já com gastronomia ? e é chef de cozinha ?

      obrigado

      =D

      felipe fernandes

      Excluir
  8. Olá!!!

    Essa é uma boa opção, Faculdade de Gastronomia, mas me falta tempo!!!

    Tem novidade no blog

    ResponderExcluir
  9. Oi Andréa!
    Passei aqui outro dia, li o post, mas acabei ficando sem tempo para comentar.
    Aqui em Salvador a realidade das instituições de ensino (digo faculdades de gastronomia), qualidade de ensino, qualidade de estrutura do local de ensino, preços... tá melhorando!
    Uma opinião particular! Eu li a penúltima edição da revista Menu, lá eles tem uma matéria sobre a intereção aluno e professor e a questão da formação na aréa. Além de outras coisas que venho lendo.
    Vivemos em um país que tem suas particularidades e que são bastate notórias. Uma dessas particularidades é a forma que nós percebemos a alimentação. A grande maioria da população desse país come o que dá para encaixar no orçamento do mês. É certo que as coisas estão melhorando e tá dando para visitar um rodízio de pizzas de vez em quando, mas acho que o pretendente a uma faculdade de gastronomia deveria pensar o que ele quer fazer com o conhecimento adiquirido.
    Cozinhar em grandes restaurantes? Cozinhar em butecos? (sem diminuir o tipo de local)
    Falando de uma maneira bem aberta! Ainda a pouco eu li a crítica sobre um restaurante aqui em Salvador, feita por uma blogueira. Ela relata que seu namorado achou o pedaço da carne do prato que ele escolheu, pequeno (um direito dele!). Era um jantar. Será que precisamos comer tanta carne a noite?
    Sair para comer pode ser divertido também... conhecer um local novo, sua proposta, curtir as pessoas que estão juntas, beber um bom vinho, curtir o ambiente, curtir principalmente o fato de não estar comendo na mesma mesa de todos os dias, além de comer algo diferente que o trivial...
    Não sei se todo mundo sai para comer com essas propostas. Mas somos livres, podemos escolher o que fazer com nosso dinheiro.
    Concluíndo meu olhar! Eu pretendo fazer um dia uma faculdade de gastronomia, mas só a farei quando compreender melhor a mentalidade/essência do pensamento de nós brasucas quando saimos para comer fora. Não me vejo enfrentando uma faculdade para depois cozinhar em qualquer lugar.
    Passei aqui para dizer também que lá no blog começou uma "série" com ingredientes da região da Chapada diamantina. A cozinha, que você viu nascer, você já sabe onde fica :)
    Um abraço

    ResponderExcluir
  10. Que comentário pequenininho Bruna!!! hihih Gostei!
    As faculdades deveriam ajudar o aluno compreender melhor como nosso povo come, mas infelizmente ela deixa de lado os aspectos culturais para valorizar o ato de cozinhar. Uma pena que ainda não existam cursos mais abrangentes, os das faculdades públicas deveriam ser assim...
    bjs e obrigada por expor sua opinião aqui

    ResponderExcluir
  11. Nossa! ainda pensei: que texto grande é esse, será que ela vai publicar? hehehe
    Ainda bem que você gostou :s
    Um abraço, Queila

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Andréa, achei muito interessante seu blog, estou querendo estudar gastronomia, sou daqui de São Paulo, minha dúvida é se o melhor seria fazer uma faculdade de Gastronomia ou fazer curso intensivo de 1 ano com chefs bons que tem aqui no meu Estado? O que vc me indicaria?

    Beijos,

    Célia

    ResponderExcluir
  13. Célia, infelizmente não posso escolher por você! Cada caso é único e depende de sua situação financeira, seus objetivos, necessidades, etc. Vamos ver as vantagens e desvantagens de cada curso?

    A faculdade é mais abrangente e lhe dá mais ferramentas para trabalhar em outras áreas além de uma cozinha, como em gestão, consultoria, aulas. Um diploma de curso superior no Brasil é sempre visto com bons olhos e além disso lhe permite fazer pós-graduação e prestar concurso.

    O curso técnico tem duração mais curta possibilitando a sua inserção no mercado de trabalho mais rapidamente e geralmente é mais barato.

    Em relação à qualidade cabe a você analisar a instituição de ensino. Há cursos técnicos muito bons e faculdades nem tanto.

    Espero ter ajudado!
    Boa sorte em sua escolha!

    ResponderExcluir
  14. Bom sempre gostei de cozinhar mas depois de ler tudo isso comecei a refletir melhor sobre o assunto,e decidir que fazer gastronomia nao esta sendo uma boa opçao neste momento vou procurar algo em que eu veja um otimo investimento para o meu futura, porque nao adianta a genta fazer so o que gostamos e nao termos lucro depois ,mas quem sabe eu nao resolva investir nesse curso futuramente.
    O blog foi de grande ajuda para mim tirei muitas duvidas
    Um abraço lilianne

    ResponderExcluir
  15. bom eu tambem penso em fazer gastronomia...mais apos fazer uma graduação em Nutrição ,acho que de uma boa forma os dois cursos se interligam...tenho apenas 16 anos... entao farei o vestibular proximo ano em nutrição primeiro ,depois gastronomia ,porque no estado onde eu moro so tem curso tecnologo para gastronomia(tem extensão de 2 anos) ...Obs:parabens pelo o que postou,ajudou muito msmo :)

    ResponderExcluir
  16. obrigado ajudou muito no meu trabalho sobre cozinheiros

    ResponderExcluir
  17. Bom meu nome é Larissa Pedro, eu pretendo no futuro fazer faculdade de gastronomia! quero abrir uma rede de restaurantes mais eu queria saber aqui quem é dono de restaurante e quanto você consegue por mês de dinheiro do seu Restaurante?

    ResponderExcluir
  18. ola eu achei essas dicas muinto importantes para mim por que ela nos da mas opçoes de escolha e conselhos obrigado

    ResponderExcluir

Fico muito feliz em receber comentários!! Mas não publico aqueles escritos somente para divulgar seu blog, site ou produto. Antes de enviar sua dúvida por favor leia o FAQ do blog.
Caso sua dúvida não esteja relacionada com a postagem acima não seria melhor enviar um e-mail?